O ano realmente começa depois do carnaval?

Sempre escutava nos meus tempos de colégio sobre o ano começar depois do carnaval, confesso que na época não entendia muito bem, me perguntava, como pode isso, tirando alguns países que tem seu próprio calendário, no Brasil, o ano começa em 1 de janeiro. Logo com o passar do tempo percebi que essa expressão se tratava de preguiça escondida. Como estudante comecei a misteriosamente a postergar qualquer ação para depois do carnaval, desde aprender uma coisa básica como cálculos mais simples até as atividades complexas que são o aprendizado em línguas estrangeiras. Já como jovem adulto, mesmo em momentos em que estava desempregado, logo no começo de qualquer ano saia entregando currículos, e depois respondia para mim mesmo – já fiz minha parte, agora é só esperar para depois do carnaval, quando o período de contratação realmente se inicia. Note que quase todo o brasileiro pensa deste jeito, tirando aqueles que são realmente produtivos para consigo mesmos, mas em sua quase totalidade vê-se este pensamento na maioria das pessoas. Não esquecendo das pessoas que pretendem sair do trabalho na qual são infelizes, muitos dizem – vou aproveitar o começo deste ano com as minhas férias e muita praia, depois do carnaval irei procurar um novo emprego, porém passa o carnaval e chega as festas de fim de ano, e não tomaram nenhuma atitude. Vejo esse pensamento baseado em dois pilares: preguiça e passividade/reação.

Preguiça

Boa parte de minha adolescência foi acometido com muita preguiça, e posso dizer com toda a certeza que isso me fez perder a possibilidade de aprender muita coisa que me seria útil agora. Sobre essa questão deixarei para outro post. Me lembro que quando estava finalizando o oitavo ano, pretendia começar o ensino médio de forma esplendida, nas férias iria pegar todas as matérias do primeiro ano do Ensino Médio, iria estudar e conseguiria ser o melhor aluno da classe, agora te pergunto se realmente fiz isso? Claro que não, joguei videogame até não poder mais e fui muito à praia também. No fundo, sabia que o ano letivo iria começar depois do carnaval, por isso só começaria esquentar minha cabeça a partir do primeiro dia de aula, olha, eu sempre me considerei um aluno mediano, no entanto, sabia que poderia ser muito mais, mas por que agia desta forma? Bom, a preguiça leva ao pensamento de protelação, ou seja, o que posso fazer farei depois, e neste caso e em muitos outros chegava dia 1 do novo ano e a partir daí jogava tudo para depois do carnaval, acredito que muitos faziam ou fazem isso até hoje. Entretanto, devo dizer de forma direta que isso é pura preguiça, para aprender algo importante, para começar a construir o seu futuro em bases sólidas, para realmente viver como se deve. Não saberia dizer com precisão se tem outro país que é parecido com o Brasil neste ponto. Contudo, sem medo de errar, penso que esse jeito único do brasileiro de protelar tudo contribui e muito para o “jeitinho brasileiro“. Agir com improviso para se sobressair em uma situação difícil até é bom, mas contar sempre com isso para tudo o momento devido a sempre se manter na zona de conforto é mostrar a maior falta de responsabilidade com a própria vida.

Passividade/reação

Vamos pensar, o ano começa em primeiro de janeiro, e muitos por questões que foge ao controle decidem simplesmente por aguardar, como, por exemplo; emprego, curso, estágio, etc. Se colocam em extrema passividade e só reagirão com o acontecimento do evento esperado, que no caso é a abertura de uma vaga que quase sempre será depois do carnaval. A pessoa perdeu praticamente 2 ou 3 meses, dependendo do dia em que o carnaval cair, sem bolar uma estratégia, ou uma preparação mais específica para aquela vaga, é isso mesmo? Ter um diploma e um currículo bem feito não vai garantir essa vaga, pois todos que querem esta mesma vaga fazem isto também, sem sombra de dúvidas. Já fui assim, vivia quase sempre com o modo passivo ligado até que uma situação me obrigasse a desliga-lo, mas somente reagia sem estratégia e sem preparo psicológico, ou seja, não tinha nada que mostrasse diferença, isso pode ser comparado a um fim de uma partida de futebol, em que seu time está perdendo de 1 × 0, para vencer o seu time precisa fazer 2 gols, porém seu time somente fica reagindo às investidas do adversário trabalhando somente a defesa sem a pretensão de ir para o ataque, bom, sabemos que o seu time já perdeu fazendo isso. Não se conquista nada somente fazendo o mínimo e esperando; concurso público, emprego dos sonhos, curso dos sonhos. Em conversa com algumas pessoas interessadas em fazer concurso público, sempre ouço a maioria (comentando) que vai esperar o período de inscrição abrir. Todavia, nem começaram a estudar e a trabalhar o psicológico para a prova, estão somente em estado de passividade e só irão reagir se a inscrição abrir, o problema é que terão somente alguns meses de preparação, e não conseguirão.

Conclusão óbvia

Não, o ano não começa depois do carnaval, o problema da maioria dos brasileiros é deixar passar esse tempo precioso que são os 2 ou 3 meses para simplesmente não fazer nada, e ao final do ano se sentirem mal por não terem conseguido fazer nada de importante por viverem na passividade, como na letra de uma famosa música “deixa a vida me levar”. Como hábito acordo cedo e faço o que tenho de fazer, isso a praticamente 3 anos, não importa o dia, não posso deixar de dizer que isso tem sido maravilho, o meu dia fica muito mais produtivo, bom, já contei parte disto em: quer alcançar os seus objetivos então treine o seu corpo para isso. Como já foi dito, o ano só começa depois do carnaval, para aquela pessoa que usa sua preguiça como forma de desculpa para sua forma passiva de viver, onde só é necessário reagir com fervor quando são obrigadas pelas circunstâncias a saírem da zona de conforto, no entanto, voltam mais rápido para o modo passivo quando sentem que não é mais necessário reagir. Uma coisa tenho a dizer – nada vai acontecer depois do carnaval para você que toma essa expressão como desculpa.

Abraços,

Sucesso para todos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s